quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Que geração sem graça, de todas que tenho conhecimento ( que não são muitas), essa é sem dúvida a mais sem graça de todas. Maldita internet que senta nossas bundas na cadeira e solta nossas línguas muito além da boca. Talvez, caros amigos de infância, a nossa geração tenha sido a última que brincou de pés descalço na rua de calçamento, que subiu em árvores, que só via televisão tomando mamadeira. Eu não quero parecer aquela chata saudosista que diz que essa é a geração perdida e blablablabla e que crianças não sabem o que é viver e blablablabla e que a vida não é só na frente do computador e blablalba, mas já sou.
Mas peraí, não era por ai que eu queria seguir com esse texto, eu ia falar sobre o maior problema desses tempos, que não é ficar só na frente do computador, o problema é que assim tu descobre a quantidade de gente idiota e burra e ignorante e sem noção que existe no mundo, antes eles deviam existir, mas pelo menos tu não precisava ler/ver/ouvir eles falando merda. E quanta merda meudeuzdocéu! E não, "eu não vou pro meio do mato, ficar isolada do mundo para não compartilhar desse mundo hipócrita e idiota e que não me entende", só cala a boca pra nós, faz favor, cala a boca e não alimenta toda essa merda. Já ajuda.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Eu não sei o que sentir em relação a vocês, princesas e príncipes. Eu não sei o que sentir por vocês amantes estilo novela das 8. Mas eu acho, eu acho que sinto compaixão, acho.
Convenhamos pessoal, ainda esperam o cavalo branco/carro importado, declaração de amor as 5 da manhã, tatuagem com teu nome? Sério pessoal?
Vocês são daqueles que compartilham no facebook aquelas fotos com frase do tipo; "Eu ainda vou ser o motivo do teu sorriso." ou "A vida vai trazer quem eu mereço." ou ainda, a minha preferida, "Como é bom ter alguém que nos dá vontade de continuar". Meu coração chora e grita a cada compartilhamento. Gata/Gato, só você é capaz de te fazer continuar! Ninguém mais! Se tu não fizer por ti mesmo, não vai fazer por mais ninguém! Esqueceu a porra do amor próprio onde?
O relacionamento perfeito (ou quase, não acredito que isto exista de verdade) é muito mais prático do que se pode imaginar, sem se fazer de vítima, ninguém transar com a mocinha das novela que chora durante o ato. Sem fazer muito drama, por favor, chorar faz parte, mas drama não prende ninguém, no máximo tu vai ser digna(o) de pena. Não basta ter alguém que tu ame e que te ame e te trate com respeito, tem que fantasiar um amor de novela também? Tem que ter sofrimento e choradeira e triangulo amoroso também.
Claro que não é fácil ter um relacionamento saudável, mas não é um bicho de 7 cabeças, são só duas que precisam concordar em algumas coisas e se amar e respeitar. Deu. Ou quase deu.
Tenho sorte, sei bem, mas além de sorte tenho também competência, se fazer de louca(o) é fácil. Paciência, muita paciência e amor, é praticamente tudo o que tu vai precisar.