domingo, 30 de agosto de 2009

Eu preciso escrever sobre desejos carnais e seus subtítulos. É incontrolável eu acredito, mas se tiver controle penso que nunca devia ser controlado. Dois corpos formigando, se querendo, se desejando. Se ve fogo no olhar, algo queima por dentro, a sensaçao é de que roupas nao sao mais necessárias dae pra frente, sao impecílios. Cada pedacinho dos corpos se deseja, exala deles o melhor dos cheiros que ironicamente é impercepitível pelo olfato, mas todo o resto identifica perfeitamente. Hormônios gritando!!! Toca, beija, aperta, puxa, morde, lambe, sinta um corpo noutro. Nao ha regras, sem limites para o prazer. Façam sua mágica.
Eu não sei explicar e tambem nao quero achar explicaçao. Isso se sente nao se explica, se aproveita, não recusa. Liberdade para a mente, atividade para o corpo. Entregue-se, de que vale a vida se não fizeremos algumas loucuras?
Faça o seu próprio tempo. Use, abuse, vire, revire. O tempo, ele é todo seu se você souber aproveitar as oportunidades, algumas só batem uma vez a sua porta e essas são irrecusáveis. Meu tempo, minha vida, minhas escolhas, minhas conscequências e tudo que é meu eu trato com muito carinho, até meus erros são tão meus que quase me orgulho, quase.
Nessas horas é que eu sinto falta de alguém que me ouça sem me censurar, sem que aponte o dedo na minha cara e diga "você tá errada", disso eu já sei, eu to errada. Esses amigos estão escassos na minha vida, os que tenho estão distantes fisicamente ou se afastaram um pouco. Bart,Digo,Francis,Juli,Thais, Lucas, eu sinto falta do arrego de vocês. :S

Eu voltei a fase do "se bota fora" definitivamente, saudades ja tinha. Eu bebi, bebi muito, fiz merda e fiz coisa boa também. Lembra de quando eu falei sobre beber e ficar com os hormônios a toda? Entao, os meus ontem davam pulos de 2 metros!! Impressionante o que pode acontecer em uma madrugada! Eu se apavoro

sábado, 29 de agosto de 2009

O sábado promete ser, no mínimo, divertido. Uma galera vai i na festinha e isso eh o mais legal.
Bom, amanha eu escrevo qualquer coisa mais interessante. Ahh, catedral com os bagaceiras mais tarde. ;)

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Putz. Entao, a rinite ainda me mata né, mal consigo respirar, nao ouço direito e nao paro de espirrar, mas mesmo assim nao paro de fumar narguilé. Hoo vicio!!!
Bom, hoje acho que vamos no banana e depois 'sejoga!'. To feliz cara, o Lucas vem e vamos ensaiar todos juntos e sabado festa da tequila, espera o trago so!! As gurias vao viajar e eu vo fica sozinha aque em casa com o casal, ainda bem que nao to ouvindo direito. :p
Ah, a chico arrumo um trampo, bem feliz por ela, tomara que de certo. :)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

MELDELS!! Como foi bom ouvir a tua voz cara! *_*
Conversa no msn ontem:
-Mari, eu noivei
- :o Como assim!?
- Noivando, de anel e tudo.
- Que horror! Mas isso quer dizer que tu vai casar?
- Não agora
- Merda
- Nao vo deixar de te 'ver' quando der. ;)
- Ufa!

domingo, 23 de agosto de 2009

A minha sexta-feira foi...hum, triste. Eu acho, apesar do lugar atípico e das pessoas estranhas que sempre me interessam muito.
Meu sábado começou bom, tipo, odeio viajar de onibus, mas por 30km a vida foi linda! :)
Eu ta sentada sozinha no banco quando vieram me fazer companhia, e que companhia!!! Hooo!
Parei dura né,sem me mexer, aquele perfume desconcertantemente bom invadia minhas narinas. Se existe uma coisa que me deixa com medo é isso! *_*
"Puxa assunto Mariá! Fala alguma coisa" - Pensei desesperada.
Já estavamos quase chegando em TM quando resolvi falar.
- Tu quer que eu feche a janela? - Falei com a voz falhada apontando pra janela do ônibus, tinha muito vento.
- Ahm... Não tudo bem. - Sorriu pra mim.
Sorriu pra mim! MORRI!
Minutos de silêncio.
- Tu tá indo pra onde? - Perguntou
Gelei e tentei responder o mais normal possível. - Pra Três de Maio.
- Tu mora lá?
- Não, moro em Santo Ângelo, mas minha família é de TM, dai venho sempre. E você? - Continuei.
- Eu sou de Santa Rosa, to indo pra Tres passos na casa de uns amigos. Tu faz faculdade em SA?
- Faço. Sexto semestre de comércio internacional.
- Nossa! Já?! Que idade tu tem? - Perguntou com surpresa na voz e no semblante, lindo, diga-se de passagem.
- Eu tenho 20, mas não parece, eu sei. - Sorri. - E você?
- Eu tenho 23, me formei em direito ano passado e agora faço pós.
Passei a mão direita pelo cabelo e deixei visível a alinça de "compromisso".
- Tu é noiva? - Perguntou. Quanta curiosidade cara!
- Ahmm.Não, é de amizade mesmo, nem namoro. - Respondi
- Tu não tem cara de quem namora. - Comentou
Eu ri. - Como assim?
- Ah, teu jeito. Tu tem estilo de quem sai pra fazer festa e não quer nem saber, é o tipo por quem é fácil se apaixonar e mais fácil ainda se machucar.
- Nossa! - Levantei a sombrancelha. Rimos. - Tudo isso tu supos só olhando pra mim!?
- Mais ou menos. - Riu
- E tu é do tipo que não é de verdade. - Sorri.
Cara de espanto. - Ahmm?
- Muita beleza numa pessoa só.
Vergonha, de ambos. Oba, consegui o que queria.
- Eu falei que tu era desse tipo.- Retrucou rindo.
Ri junto, tive que concordar.
Já tinhamos entrado em TM, quando eu resolvi perguntar. - Qual o teu nome?
- É(falou ne)
- O meu é Mariá.
- Nome legal.
Levantei, sorri. - Tchau, prazer te conhecer. - E me virei pra sair do ônibus.
- Igualmente.
Ganhei meu sábado, minha semana, sei la. Fui feliz por alguns minutos. Devia ter pego seu telefone... :S

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

keep running away.
Continue fugindo de tudo e de todos, inclusive de mim, isso vai ajudar muito. (ironia)
Bem que eu queri que esse fosse meu último post sobre isso, mas é impossível.
Ahh, só mais uma coisa, obrigada por me fazer chorar. Obrigada mesmo, a muito eu não sabia o que era isso e até me fez bem, mas foi a primeira e a última vez, promessa.
Euquerofecharaporta, mas...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Hoje eu te vi, e confesso que me encomodou um pouco te ver tão perto de mim depois de tanto tempo. Como uma ferida que não cicatrizou direito que ás vezes ainda encomoda, eu me remexi, gesticulei sem sentido, só não queria estar ali. Você não mexe mais comigo, tipo, não gosto mais, o que fica em mim é o sentimento de algo que não aconteceu como deveria. Paciência.

domingo, 16 de agosto de 2009

Hoje eu fui ver o tempo se armar na catedral, vi e senti calor, vento, dia, noite, frio. Tudo em algumas horas. Eu e a Rafa sentadas no origami vermelho, ela tocando violão, olhando fixamente pras escadas da catedral e chorando suas pitangas, eu fumando narguilé, tomando gatorade e brisando na vida. Nós passamos horas ali, rimos de cachorros jogadores e da felicidade fácil de crianças com espadas de luz (quero uma!!), vimos a praça lotada e também a praça vazia, suspiramos por velhos e novos amores, concordamos e discordamos, fofocamos, planejamos e até tomamos cerveja ali. Nos demos até o direito de reclamar de barriga cheia, no estilo "ninguém me ama, ninguém me quer", claro que nos querem né Rafinha?! :P
Convenhamos, a catedral num domingo é um zoológico, se ve de tudo. Deve ser por isso que me sinto tão bem ali, por que por mais estranha que você seja sempre tem um mais estranho, principalmente quando emos se reunem por lá, juventude perdida.
A rinite ta me matando cara, meu olho arde muito. Início das aulas amanhã, mas não sei ainda se vo ir, sabecomé! ;)
Engano meu olhar pra aquilo TUDO e achar que é meu, não é. Mas mesmo assim eu olho, quero tocar e ás vezes toco, esse "as vezes" é tão feliz pra mim. Use-me, eu gosto, esqueço de tudo nesses momentos, quero que você tambem esqueça, faça de mim seu remédio a favor da amnésia.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Seguindo a sugestão da Carol eu vou expor aqui a minha indignação, eu moro sozinha, sozinha digo sem família, eu e minha querida colega de casa, mas sozinha considerando circunstancias. Entao, la na minha pré-adolescencia eu imaginava que morar sozinha tinha muitas vantagens, mais do que desvantagens, e uma das coisas com que sonhava era poder andar pelada pela minha casa, sabe liberdade para meu corpo todinho. Chego aos 20 anos e a decepção é tanta, tem sempre tanta gente aque que eu mal consigo andar!!!
A neia foi viajar, vou passar o fim de semana todo sozinha, é minha chance!! Ainda mais agora que esquentou. *_* minhas partes conhecerão finalmente a liberdade!!!!!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Façam suas apostas, o jogo começou.
Quem ganha, quem perde? Quem ri, quem chora? Quem sofre, quem esquece? Quem fica, quem vai embora?
Eu arrisco; eu ganho, eu riu, eu esqueço e eu vou embora.
Arrisque-se também, pode até dar sorte. ;)

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Eu tive a plena sensação de estar entrando em uma furada, estava ali escancarado na minha cara, mas mesmo assim eu quis continuar e nem eu sei muito bem por que. Eu PRECISO sentir, eu tenho que sentir alguma coisa, qualquer coisa. Amor, dor, paixão, sofrimento, qualquer coisa além de só gostar, preciso de intensidade. Todos que passaram pela minha vida, me amando ou não me proporcionaram muita intensidade, foram meus furacões particulares, tive meus próprios terremotos, que ajudaram a ser quem eu sou hoje.
Nada passa por aqui, bate tudo na armadura e volta, eu posso ouvir tudo, ver tudo, saber de tudo, nada me afeta verdadeiramente por muito tempo, na hora sim, mas nada fica aqui.
É por isso que eu consigo olhar pra você e nao me ferir, você é tão transparente quanto água, eu ouço do seu olho e sorriso tudo que você tem a dizer e isso não me machuca. Vou continuar a fortaleza de sempre, não por opção, simplesmente por que eu sou assim.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Eu tinha tanto pra escrever sobre o fim de semana, tanto que nem sei por onde começar. Quando eu souber, eu escrevo, mas só posso dizer que foi tenso.

sábado, 1 de agosto de 2009

- Tu fuma Mariá??
- Não, hoje não to querendo.
A Mariá diz que não fuma, é verdade, tirando aquele narguilé viciante.
A Mariá nem beber ela tem bebido, é falta de vontade e também um pouco de medo né? A Mariá que bebe não é a mesma bebada. Não quero nem lembrar da minha vocação pra São Jorge e desejo incontrolável de sexo que me toma depois de várias doses. É melhor não beber, pelo menos não agora.
- Mariá tu é boa de cama?
- Não sei cara, nunca dormi comigo mesma, então não da pra saber né.
Ela não é boa de cama, é impaciente, apressadinha, um pouco egoísta ás vezes. Faça meu favor! Isso é coisa que se pergunte!?
A Mariá gosta de festas, mas elas a deprimem na maioria das vezes, não saberia dizer ao certo por que mas sempre acontece e na maioria das vezes passa depois de um tempo. O problema são as pessoas em volta pedindo o por que de tanta depressão, só ta deprimida merda, para de encher!! É, isso irrita ela um pouco, muitas perguntas a irritam um pouco.
A Mariá nunca vai te dizer tudo, nunca. E isso não é ruim, ela guarda pra si um pouco da tristeza de cada história, tentando assim, amenizar esse sentimento na vida dos outros. Tão altruísta que ela é, nossa!
Para! Para tudo! Chega de falar de mim, não quero que vocês descubram tudo o que eu não sou em um post na internet, eu sou real, carne, osso, sangue e hormônios(muitos!!) e palavras não podem me descrever.
Ai, como a Mariá se acha indescritível, PUTAMERDA!
eu nao quero escrever.